Um Blog de David Ponte. Contacto: dav_russ@clix.pt.

quarta-feira, janeiro 11

O palhaço manobrava um revolver no centro do palco. Os espectadores sorriam.
-"Que forma mais estranha de humor!" Pensava Valter Hunter, que se deslocara naquela tarde ao circo com a sua filha.
O palhaço vira-se repentinamente, e corre para a cortina que o manda para junto da solidão dos bastidores, onde a sua face deixa de ser o sentido da alegria, e passa a sentir a tristeza. Pára inesperadamente e aponta o revolver à sua cabeça. À sua própria cabeça. Um... Dois... Três segundos passam, e dispara. À excepção de Valter Hunter todos os espectadores se atiram estupidamente ao chão. O homem cai, sem vida.
[David Ponte]

1 Comments:

Blogger hfm said...

Gostei deste texto depois de me ter assustado por não reconhecer o blog ;)

12:29 da tarde

 

Enviar um comentário

<< Home